Tramontina - Blog do Mestre

Tempero de Mestre

Tempero de Mestre 2018-06-19 23:59:00

Gosto não se discute. Mas o tempero da carne, meu amigo… aí é outra história. Sem essa de ervas, cominho, alecrim. Quem respeita o churrasco, sabe: o churrasqueiro pode até ser metido a fino, mas o sal… esse é sempre grosso. Ou a discussão vai ser feia.

É, meu jovem… fazer um belo churrasco nem sempre foi esse filé mignon todo, não. Hoje em dia, vocês reclamam de barriga cheia - isso quando o assador acerta - e ainda inventam moda na hora de temperar a carne. Mas lá atrás, a história era outra. 

Aprendi com os tropeiros dos Pampas a salgar a carne no lombo do cavalo. Sim, é isso mesmo que você está pensando: a carne era colocada embaixo do arreio e salgada com o suor do bicho. Mais tarde, veio o charque. E como você pode imaginar, temperar a carne com sal grosso tornou a vida do churrasqueiro muito mais fácil. E diminuiu bastante os riscos do convidado encontrar um pêlo na picanha.

Eu costumo dizer que o sal separa os homens dos churrasqueiros. Ele é o ponto-chave para acertar no churrasco. Você pode comer uma carne bem ou mal passada. Mas carne insossa ou salgada demais é duro de engolir. A sabedoria aqui não está só na quantidade. O tipo de sal também é fundamental para um churrasqueiro conquistar o respeito.

O sal fino é ardiloso, dissimulado, enganador como churrasco gringo. Qualquer deslize aqui, por menor que seja, coloca tudo a perder. Além de salgar demais, o sal fino desidrata, deixando a carne seca e dura. 

Já o sal grosso é mais fácil de domar. Tempera sem fiasco e ajuda até o mais inexperiente dos churrasqueiros. A magia acontece quando você espalha o sal sobre a carne e espera ela transpirar - igual ao tordilho láááá do começo. Nessa hora, meu amigo, ela tá no ponto para ir ao fogo. Depois de pronta, é só dar aquela batidinha para tirar o excesso de sal e tá feito o churrasco. 

Simples, não é? Por isso, não me venha com salsa, cebolinha, curry, azeite de oliva e, muito menos, sal fino. Churrasco se tempera com duas coisas: sal grosso.

Mestre Churrasqueiro - Tramontina

Sobre o Autor

Antes da invenção do fogo, os homo sapiens estavam perdidos. Sem nenhum propósito no mundo. Até que um homem das cavernas bateu duas pedras e delas tirou uma faísca. Você pode pensar que ele foi o hominídeo mais importante da história, mas não se engane. O mais impressionante aconteceu depois. Um homem surgiu com um pedaço de carne e o colocou no fogo. Aí sim, tudo fez sentido. Esse homem, até então desconhecido no mundo, existe até hoje. Seu conhecimento na arte de assar, grelhar e transformar carne crua na maior refeição que existe se acumulou durante os últimos milhares de anos. Sua existência é uma lenda? Sim. Mas acredite: ele existe. É conhecido como Mestre Churrasqueiro. E essa é a sua história.

Newsletter

Solicitar orçamento

Com a Tramontina, você sempre conta com a melhor solução para seu negócio. Preencha o formulário e solicite seu orçamento.



Máximo 500 caracteres

Telefone de contato: 0800 642 5565

E-mail: vendasmulti.mul@tramontina.net